Turismo (Maragogi -AL)

Parte da chamada Costa dos Corais, uma área litorânea que se estende entre o norte de Alagoas e o sul de Pernambuco, Maragogi é famosa pelas piscinas naturais translúcidas e paradisíacas que se formam em sua orla. São lugares perfeitos para se refrescar do calor enquanto se observa uma paisagem de tirar o fôlego. No local, turistas também se divertem com passeios de barco pelo mar que cerca a região e se deliciar em restaurantes que preparam excelentes pratos de frutos do mar.

Barreiro Encantado

O livro O Barreiro Encantado, fábula infantil escrita por Fábio André e que conta com ilustrações de Rosélis Alves, será lançado no dia 10 de outubro. No livro o leitor encontrará um pouco da história do Galpão das Artes e uma pequena biografia da artista plástica Rosélis Alves. Ao anunciar sobre sua obra em uma Rede Social, Fábio recebeu inúmeros elogios de amigos e admiradores. A obra deverá agradar não só as crianças, mas também os adultos. O lançamento será no Centro e Criação Galpão das Artes, no dia 10 de outubro (quarta-feira), a partir das 20h.

Leão do Norte

Carpina, Terra do Leão do Norte é o novo registro histórico do município. A partir do dia 22 deste mês, torna-se conhecido do público. Em suas quase 300 páginas traça um panorama sobre uma das mais promissoras cidades pernambucanas.
Trata-se de um trabalho feito a seis mãos. Ao lado de Josi Marinho e Paulo Ferreira, seguimos uma linha de pesquisa cujo objetivo foi cumprido, que foi trazer à tona dados históricos sobre o território que hoje compõe Carpina desde 1710 quando o citado trecho ainda atendia pelo nome de freguesia de Tracunhaém - e que no século seguinte veio a pertencer a Nazaré da Mata – até os dias atuais. 
A mata abrigou os refugiados pernambucanos da Guerra dos Mascates liderados por Leão Eça Falcão. Queriam independência esses heróis e Carpina teve importante participação na acolhida. O território foi sendo povoado a partir do início do século XIX. Martinho Francisco de Andrade Lima e outros tanoeiros (carpinas) ao habitarem o lugar e exercerem a profissão deram nome à futura cidade.
Mas no final do século XIX e início do XX, com a chegada de famílias em busca da cura de doenças cardiorrespiratórias, instalou-se no povoado o Dr. Francisco José Chateaubriand Bandeira de Melo. ele plantou árvores em volta de sua residência e nos arredores e depois passou a chamar o lugar de Floresta dos Leões.
Esse nome permaneceu até 1938 quando houve uma norma nacional proibindo as cidades de terem nomes iguais. Foi então que, por orientação do jornalista e historiador Mário Melo, voltaram a chamar a cidade de Carpina.
O clima agradável trouxe a Carpina inúmeras famílias que formaram a população de hoje. Entre as ilustres figuras que moraram na cidade estão Assis Chateaubriand, João Cabral de Melo Neto, Josué de Castro e Capiba. Enfim, o livro narra todas as etapas da história da cidade compreendendo três séculos de história.

Peça teatral com o pé na estrada

A peça teatral “O Peru do Cão Coxo”, montagem do Centro de Criação Galpão das Artes, de Limoeiro, continua na estrada com a comédia assinada por Ariano Suassuna, e ambientada no Sertão de Taperoá, terra do escritor.
Na trama escrita pelo Mestre Suassuna, a preguiça é descortinada em um picadeiro de intrigas no Sertão de Taperoá, quando um poeta e sua esposa são alvo de uma dupla de trapaceiros. No elenco, estão Jadenilson Gomes, Charlon Cabral, Lucas Dias, Gaby Salles, Wíris Costa, Allan Victor, Dvson Alves e Thiago Freitas.
A direção de arte conta com as mãos de Thiago Freitas, enquanto o figurino, rico em retalhos, passaram pelo zelo e capricho dos costureiros Sivaldo Moura e Wellington Pereira. 
Serviço
Dia 19 de setembro (quarta-feira) às 18h, na Praça da Matriz, no centro da cidade de Poção. O acesso é gratuito. A promoção é do TEATRO SESC Pernambuco na programação do Festival de Juventude, Cultura e Gastronomia de Poção.

Frase

A gargalhada é o sol que varre o inverno do rosto humano.- Victor Hugo

Pesquisa aponta Bolsonaro X Haddad

A pesquisa divulgada hoje (17), encomendada pela Confederação Nacional de Transportes (CNT) com candidatos à Presidência da República, mostra uma leve subida do candidato Jair Bolsonaro (PSL). Ele passou de 26% no último levantamento do Ibope para 28,2%. Em seguida vem Fernando Haddad (PT), com o apoio de Lula, com 17,6%. 
Ciro Gomes (PDT) é preferência para 10,8% dos entevistados, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB) com 6,1% e Marina Silva, com 4,1%. João Amôedo (Novo) aparece com 2,8% das intenções, na frente de Álvaro Dias (Podemos), que tem 1,9%, e Henrique Meirelles (MDB) que tem 1,7%.
Nas simulações do 2º turno apenas Ciro teria vantagem sobre Bolsonaro; os demais perdem para o capitão da reserva. Mas o pedetista corre o risco de não chegar ao 2º turno.
O diferencial desta pesquisa para as anteriores é que candidatos potenciais como Alckmin e Marina vêm despencando na preferência do eleitorado. Ciro se mantém, Haddad se eleva. Tudo leva a crer que o 2º turno deve ser disputado entre Bolsonaro e Haddad. A briga é boa.
Foto: Revista veja


Turismo cultural e ecológico convidam visitantes a Moreno

Belas paisagens de Mata Atlântica, clima ameno e esplêndida biodiversidade fazem do município de Moreno um dos melhores destinos turísticos do Estado. A cidade ainda guarda a atmosfera bucólica dos áureos tempos do ciclo da cana-de-açúcar; a sua história está registrada em construções seculares dos tempos colônias. 
O sítio histórico é testemunha: 39 engenhos bem conservados, dos quais alguns ainda estão em atividade. Visitar Moreno é voltar um pouco ao passado e dela, bem se pode dizer, é uma cidade-senhora dos engenhos de Pernambuco. 
Casarios históricos e plantações de cana-de-açúcar embelezam a paisagem do município. As áreas remanescentes de Mata Atlântica são atrativas para se praticar o ecoturismo. Uma rica biodiversidade convida a se fazer caminhadas e trilhas ecoculturais. O turismo histórico também é muito forte em Moreno, com visitas ou contemplação de diversos engenhos com suas casas grandes, capelas e senzalas. Com uma cultura popular interessante e bonito artesanato, comum a cidades da região da Mata, onde se localiza, Moreno também se destaca por fazer parte da área metropolitana do Recife (distante 27 km).

Sivaldo Venerando. Tecnologia do Blogger.